Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

GM 20/02/2013 | 15:14

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Trabalhadores em lay-off aprovam novo plano de luta

Em assembleia, metalúrgicos decidiram dar continuidade às mobilizações

Os metalúrgicos da General Motors que estão em lay-off aprovaram, nesta quarta-feira, dia 20, um novo plano de luta em defesa do emprego. Em assembleia realizada na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, ficou decidido que os trabalhadores irão organizar passeatas na cidade e uma manifestação em Brasília antes do fim do lay-off.

Na próxima semana, o Sindicato reúne-se com a General Motors para dar continuidade às negociações sobre o acordo que prorrogou o lay-off até o final de março e estendeu a produção do Classic na fábrica de São José dos Campos até dezembro deste ano.

Apesar do acordo assinado, a luta em defesa do emprego continua. O Sindicato mantém as propostas para nacionalização da produção dos veículos que hoje são importados pela GM.

“Vamos continuar insistindo para que o Governo Federal interfira em favor dos trabalhadores. Já fomos a Brasília diversas vezes e iremos novamente para reforçar nossa pauta de reivindicações junto à presidente Dilma”, disse o presidente do Sindicato, Antonio Ferreira de Barros, o Macapá.

Desde julho, a GM insiste com seu plano de fechar o setor MVA (Montagem de Veículos Automotores) e demitir mais de 1.500 trabalhadores. A demissão em massa só foi evitada até agora por conta das mobilizações realizadas pelos metalúrgicos.

Cadastro
Todos os trabalhadores que estão em lay-off devem comparecer ao Sindicato para se cadastrar. O objetivo é mapear a situação de cada um desses metalúrgicos, como por exemplo, se está em fase de aposentadoria, qual sua função e se possui lesões ocupacionais. O atendimento é feito das 9h às 18h.

INSS
O Sindicato vai ao INSS na próxima terça-feira, dia 26, às 15h, para pedir a revisão de perícias, principalmente em trabalhadores lesionados que estão em lay-off. Muitos desses funcionários estavam afastados da fábrica, mas o INSS não havia reconhecido as lesões como doenças ocupacionais. Sem o reconhecimento, os trabalhadores não têm a estabilidade legal garantida. Pelo acordo assinado com o Sindicato, a GM não poderia demitir lesionados que tenham estabilidade.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®