Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Audiência na Câmara 24/01/2013 | 19:55

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

GM precisa avançar em negociação, diz Sindicato

Debate mostra a necessidade de a montadora também fazer sua parte nas negociações

Em audiência pública na Câmara Municipal, ficou clara a necessidade de a General Motors avançar na negociação agendada para o próximo sábado, dia 26, e apresentar uma contraproposta que garanta a manutenção de todos os postos de trabalho e investimentos na fábrica de São José dos Campos.

A audiência, ocorrida nesta quinta-feira, dia 24, abriu a discussão sobre a situação dos trabalhadores da GM para toda a sociedade. O Sindicato dos Metalúrgicos reafirmou que quer chegar a um acordo que beneficie trabalhadores e viabilize a vinda de novos investimentos. Mas, para isso, é preciso que a GM também faça sua parte e de fato negocie – e não fique apenas querendo rebaixar salários e direitos.

O presidente do Sindicato, Antonio Ferreira de Barros, o Macapá, ressaltou que o setor automotivo, inclusive a GM, não está passando por qualquer crise financeira, especialmente com a ajuda recebida do Governo Federal.

“Não podemos aceitar que as montadoras tenham recebido R$ 4 bilhões em renúncia fiscal, num país que tem educação e saúde cada dia mais precárias. A GM tem um saldo de 1.221 postos de trabalho fechados, em um momento de crescimento de vendas. Para este ano, o crescimento deve ser igual ao de 2012. Estamos dispostos a fazer um acordo, mas queremos a garantia de que o MVA continuará funcionando e os trabalhadores continuarão com seus empregos. A negociação tem de ter propostas das duas partes. O acordo certamente não é o sonho da GM, assim como não é o sonho do Sindicato, mas queremos caminhar para que no sábado a gente chegue a uma composição positiva”, afirmou Macapá.

O diretor institucional da GM, Luiz Moan, voltou a defender redução de custos para a fábrica e chegou até mesmo a falar em risco de fechamento da unidade caso não venham investimentos.
Em março, Moan assumirá a presidência da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), representando o interesse de todas as montadoras do país.

O chefe de gabinete da Prefeitura, Paulo Roitberg, que representou o prefeito Carlinhos de Almeida na audiência, lembrou que justamente no dia 26 de janeiro, quando acontecerá a última tentativa de acordo, a GM completará 88 anos no Brasil.

“A gente queria como presente para os trabalhadores e para toda a cidade que o Sindicato e a GM chegassem a um ótimo acordo”, disse Roitberg.

Ao final da audiência, Macapá parabenizou a Câmara Municipal pela iniciativa em abrir espaço para o debate para um tema tão importante como a defesa dos empregos, que afeta toda a cidade.

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®