Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

No Ministério do Trabalho 13/12/2012 | 12:56

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Reunião discute redução da jornada na Embraer

Empresa se limitou a dizer que não pode atender à reivindicação. No Brasil, jornada de 40h semanais já é realidade em muitas empresas

A redução da jornada de trabalho sem redução de salários foi tema de uma reunião realizada entre representantes do Sindicato, da Embraer e do Ministério do Trabalho, nesta quarta-feira, dia 12.

O encontro foi realizado na sede do Ministério do Trabalho, em São Paulo.

O Sindicato argumentou sobre a necessidade da redução da jornada, das atuais 43 para 40 horas semanais, como forma de garantir geração de empregos, melhores condições de trabalho, prevenir doenças ocupacionais e proporcionar melhor qualidade de vida dos trabalhadores. Vários estudos fundamentam esses benefícios.

O próprio governo federal sinaliza com a possibilidade de elaborar uma lei que garanta a redução, já que a maioria das empresas já atua com 40 horas por semana.

Durante a negociação, a Embraer se limitou a afirmar que "não tem condições de atender à reivindicação".

Ficou acordado entre as partes, no entanto, a realização de uma nova reunião no dia 30 de janeiro, quando serão apresentados dados técnicos por parte do Sindicato e da empresa a respeito desta reivindicação histórica dos metalúrgicos.

Em relação à Campanha Salarial, o Ministério do Trabalho afirmou que uma empresa do porte da Embraer não pode ficar sem assinar a Convenção Coletiva. Dentre as fábricas da base do Sindicato, apenas a Embraer e algumas do setor aeronáutico ainda não renovou as cláusulas sociais.

Carta ao presidente da Embraer
Em assembleia realizada nesta quinta-feira, dia 13, os trabalhadores aprovaram o envio de uma carta à diretoria e ao presidente da Embraer, Frederico Curado, solicitando negociação direta da Campanha Salarial, uma vez que as conversas com a Fiesp não estão avançando.

Reuniões com os representantes patronais acontecem desde agosto e a Embraer mantém a proposta de 1,5% de aumento real, enquanto os trabalhadores reivindicam pelo menos 2,5%, percentual médio conquistado pela categoria.

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®