Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Imprensa / Últimas Notícias

Salão do Automóvel 23/10/2012 | 17:40

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • RSS
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Montadoras exibem contradição entre investimentos e demissões

Enquanto trabalhadores são penalizados com layoff, empresas anunciam investimentos

O Salão Internacional do Automóvel começa nesta quarta-feira, dia 24, em São Paulo, com a participação das principais montadoras do planeta, como GM, BMW, Honda, Mercedes-Benz, Mitsubishi e tantas outras.

Nos dias que antecedem a abertura do evento ao público, as empresas estão aproveitando para anunciar grandes lançamentos, investimentos e projetos para o setor, em especial nos segmentos de compacto e de luxo. Um dos veículos apresentados foi o TrailBlazer, da GM, que será produzido em São José dos Campos.

A General Motors já está considerando a ideia de trazer a marca Cadillac para o Brasil, conforme o presidente para a América do Sul, Jaime Ardilla, afirmou esta semana para a imprensa.

Ardilla disse ainda que a GM deve ampliar os investimentos no país a partir de 2013, em função do novo regime automotivo do governo federal, que prevê mais benefícios para as montadoras que produzirem veículos menos poluentes, com maior eficiência energética e uso de peças nacionais.

Pelo que se vê, o cenário para o setor automotivo não poderia ser melhor. O Governo Federal ainda nem encerrou os benefícios fiscais sobre veículos, e as montadoras já estão à espera da prorrogação para dezembro. A expectativa é que a indústria nacional cresça cerca de 3% no próximo ano.

Por outro lado, os trabalhadores do setor estão sendo penalizados com layoff e constante ameaça de demissão, como vem ocorrendo na GM e Mercedes-Benz. Após mais de dois meses de negociação com o Sindicato, a GM ainda continua com seu propósito de demitir 1.840 trabalhadores e aumentar o volume de importação de seus carros. O Classic, que é em parte produzido em São José dos Campos, pode vir a ser importado da Argentina a partir do ano que vem.

Como parte da campanha em defesa do emprego, o Sindicato vai realizar uma manifestação no Salão do Automóvel, com a participação de trabalhadores da GM que estão em layoff.

“É evidente que as montadoras não precisam demitir. Elas estão ganhando dinheiro como nunca e recebendo milhões em benefícios do governo. O Sindicato dos Metalúrgicos e os trabalhadores continuarão cobrando da presidente Dilma medidas imediatas que garantam a manutenção dos empregos. Com esta manifestação, queremos chamar a atenção dos consumidores, das montadoras e do governo para o absurdo desses planos de demissão”, afirma o secretário-geral do Sindicato, Luiz Carlos Prates.

 

Conteúdo Relacionado

Veja mais Notícias



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®