Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1026 | De 02 a 08 de Abril de 2013

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Edição: Ana Cristina Silva - Redação: Douglas Dias, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Cobrança obrigatória

Sindicato vai devolver Imposto Sindical aos sócios

Este mês, todos os trabalhadores da base do Sindicato foram obrigados a pagar o famigerado Imposto Sindical. Este imposto equivale ao desconto de um dia de trabalho e é cobrado compulsoriamente pelo Governo Federal.

Desde 1999, uma liminar obtida pelo nosso Sindicato impedia a cobrança aos metalúrgicos de nossa base. No entanto, em razão de uma ação do governo, a Justiça determinou que ela voltasse a ser realizada este ano.

Nosso Sindicato é contra este imposto e vai devolver aos sócios os 60% do valor a que temos direito.

A devolução, no entanto, ainda não tem data para acontecer, pois dependerá do repasse que será feito pela Caixa Econômica Federal nos próximos meses.

Somente em 2012, R$ 1,4 bilhão foram arrancados dos trabalhadores por meio do Imposto Sindical em todo o país. Desse total, 60% são repassados aos sindicatos, 10% às centrais (CUT, Força Sindical, CTB, entre outras), 15% às federações, 5% às confederações e 10% ao Ministério do Trabalho.

“Somos uma das poucas entidades que são contra o Imposto Sindical. Vamos continuar lutando para que essa cobrança seja banida de vez”, explica o diretor do Sindicato Adilson dos Santos, o Índio.


Por que repudiamos a cobrança
O Imposto Sindical foi criado em 1943, pelo governo de Getúlio Vargas, para encher os cofres dos sindicatos, corromper suas direções e impedir que elas impulsionassem as lutas dos trabalhadores.

O Sindicato e a CSP-Conlutas, central sindical à qual somos filiados, são contra a cobrança desse imposto, que torna as entidades dependentes do governo e patrões. Afinal, como diz o ditado, “quem paga, manda”.

Centrais como a CUT, Força Sindical, CTB, UGT e NCST concordam com a cobrança. Ao aceitar o imposto, essas entidades se atrelam ao Estado e comprometem sua independência frente aos governos e patrões.

“Essa cobrança só serve para sustentar direções burocráticas, que não têm nenhum compromisso com a organização e luta dos trabalhadores”, avalia Índio.

 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®