Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1023 | De 05 a 11 de Março de 2013

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Redação: Douglas Dias, Manuela Moraes, Rodrigo Correia e Shirley Rodrigues. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Eleição para CIPA da GM

Votar em candidatos de luta para seguir na defesa dos empregos

Na eleição para a CIPA na GM neste ano, o Sindicato lançou uma chapa forte, com candidatos combativos de todas as áreas da fábrica.

A votação começa na quarta-feira, dia 6, e termina à 1h do dia 7.

Uma grande campanha vem sendo feita no interior da empresa numa eleição muito importante para as mobilizações que teremos pela frente.

O time de cipeiros do Sindicato participou ativamente da campanha em defesa dos empregos na GM, seja nas greves, ocupações da Via Dutra, passeatas ou nas caravanas a Brasília.

Infelizmente, durante todo este processo, teve cipeiro que ficou do lado da montadora, torcendo para que as demissões acontecessem. Teve até cipeiro “fura-greve”. Por isso, os metalúrgicos não podem se deixar enganar por quem só atrapalha.

Com as recentes investidas da empresa, os cipeiros terão de redobrar a atenção e reforçar a luta por segurança e melhores condição de trabalho.

“A CIPA é uma importante ferramenta dos metalúrgicos para defesa dos direitos, não podemos aceitar fantoches da empresa ocupando nosso espaço”, afirma o diretor do Sindicato Valmir Mariano.


Argentina: GM demite trabalhadores

A exemplo do que tem acontecido na Colômbia, os trabalhadores da GM em Rosário, Argentina, estão na mira das demissões e ataques da montadora.

Somente neste início de ano, a GM demitiu 20 pessoas. Os cortes são direcionados a operários com doenças ocupacionais e aos ativistas que buscam organizar os trabalhadores no interior da empresa.

Assim como no Brasil, os ataques em Rosário ocorrem apesar das boas perspectivas de produção e dos subsídios milionários dados pelo governo. Por isso, existe a reivindicação para que a presidente Cristina Kirchiner reverta as demissões.

“Nosso Sindicato se solidariza com esta luta. Apenas a unidade internacional dos trabalhadores pode barrar os ataques da GM”, disse o diretor sindical Célio Dias.

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®