Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1015 | De 04 a 10 de Dezembro de 2012

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Redação: Douglas Dias, Manuela Moraes, Rodrigo Correia e Shirley Rodrigues. Editoração Eletrônica: Bruno César Galvão Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Incentivo à indústria

Para aumentar ainda mais os lucros, montadoras aderem ao Inovar-Auto

O novo plano de incentivo às montadoras do governo federal, o Inovar-Auto, conquista mais adesões a cada dia. Ao todo, 35 montadoras vão aderir às novas regras.

E não é pra menos. Afinal, mais uma vez o governo federal acena com benefícios fiscais para o setor.

Também conhecido como Novo Regime Automotivo, o Inovar-Auto é um pacote de medidas que pretende aumentar o número de peças e tecnologia do país na produção de automóveis nacionais.

Em troca, as montadoras que cumprirem as regras terão um crédito de 30% do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Para ter direito a esse crédito, as montadoras terão de aumentar a quantidade de peças nacionais e cumprir dois dos três itens opcionais: aumento dos gastos com pesquisa e engenharia, tecnologia industrial e adesão ao Programa de Eficiência Energética.

A GM já cumpre quase todas as etapas, por isso, receberá o crédito. Mas a empresa ainda terá o direito de importar 4,8 mil veículos com imposto reduzido. Até novembro deste ano, a GM importou 18,9 mil Classic da Argentina.


Programa não garante empregos

O Inovar-Auto foi comemorado pelo governo como a chance de tornar os carros nacionais mais baratos e aumentar o nível de emprego. Mas, na verdade, ele apenas beneficia as montadoras.

“Os lucros estarão garantidos, mas não há exigência quanto à manutenção dos postos de trabalho ou investimento destes lucros no mercado nacional. Ou seja, as montadoras terão liberdade para continuar demitindo e mandando seus lucros para outros países,” avalia a economista da subseção do Dieese em São José dos Campos, Renata Belzunces. Ela aponta ainda que não há garantia de barateamento dos veículos nacionais, uma vez que o desconto do IPI será indireto.

“O governo garante os lucros dos patrões, mas não os empregos dos trabalhadores. Além disso, utiliza dinheiro público para as montadoras enviarem lucros às matrizes”, afirma o diretor do Sindicato, Edson Alves da Cruz.

 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®