Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1000 | De 08 a 13 de Agosto de 2012

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Edição: Rodrigo Correia - Redação: Douglas Dias, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues - Editoração Eletrônica e Ilustração: Bruno César Galvão - Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 2068-8370

Sábado, dia 11

Conselho de Representantes define estratégia da Campanha Salarial

A Campanha Salarial de 2012 já começou. A pauta de reivindicações foi aprovada em Assembleia Geral, no dia 1º, e começou a ser entregue aos grupos patronais nessa terça-feira, dia 7.

Mas, para que tenhamos uma Campanha vitoriosa, é necessário armar a categoria e definir nossa estratégia de luta a partir das discussões feitas em nosso Conselho de Representantes.

A primeira reunião acontece neste sábado, dia 11, na sede do Sindicato, às 9h. Além do tema da Campanha Salarial também será discutida a situação da GM e de outras fábricas.

A presença de todos é fundamental para garantir uma boa discussão, organizar os Comandos de Mobilização e traçar um plano de lutas.

Campanha será unificada
Como acontece há 15 anos, a Campanha Salarial será unificada. Os metalúrgicos de São José, Campinas, Limeira e Santos vão à luta em bloco unificado, para garantir aumento real e avanço nas cláusulas sociais.

Este ano, a data-base para toda categoria é setembro.


Metalúrgicos vão à luta por 12,86% de reajuste

Este ano, os metalúrgicos vão à luta por reposição da inflação, aumento real e melhorias nas cláusulas sociais, como direito a delegados sindicais, creche e ampliação da licença-paternidade.

O índice de reajuste salarial reivindicado é de 12,86% (5,01% de estimativa de inflação pelo INPC mais 7,48% de aumento real).

Para o cálculo do aumento real, foi considerado o índice de produtividade dos setores patronais nos últimos 12 meses, que foi de 7,48%.

Pela elevação do piso
Um dos eixos centrais da campanha deste ano é a elevação do piso salarial da categoria, para que fique mais próximo a R$ 2.519,97, valor recomendado pelo Dieese, e considerado o ideal para garantir o sustento básico de uma família, com alimentação, moradia, transporte, vestuário, educação e saúde.

O piso da categoria varia de acordo com o setor metalúrgico (autopeças, montadora, aeronáutico, eletroeletrônico, máquinas e equipamentos, refrigeração e trefilação).

Outro ponto forte da pauta é a luta pela liberdade de organização no local de trabalho, pelo direito a eleger delegados sindicais.

“Assim como a maioria dos trabalhadores, os metalúrgicos estão endividados e veem seus salários serem corroídos pelo aumento da inflação”, afirmou o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

“Não podemos cair na choradeira dos patrões, que vão usar o argumento da crise para se negar a dar aumento real. Quem está em crise são os trabalhadores. Vamos exigir a nossa parte”, completou Macapá.

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2018 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®