Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 993 | De 19 a 25 de Junho de 2012

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Edição: Ana Cristina Silva - Redação: Douglas Dias, Rodrigo Correia e Shirley Rodrigues. Editoração Eletrônica: Bruno César Galvão Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

PLR 2012

Trabalhadores rejeitam propostas rebaixadas e preparam mobilizações

Os metalúrgicos da zona sul e outras regiões estão se organizando contra as propostas rebaixadas de PLR apresentadas pelos patrões. Nas últimas negociações, as propostas foram vergonhosas.

Na mesa de negociação com a Assecre, não houve nenhuma proposta que atendesse a categoria.

Uma nova reunião acontece terça, dia 19. Se não houver avanço, a coisa vai ficar feia para os patrões. Uma Assembleia Geral já está marcada para quarta-feira, dia 20, às 18h, na subsede das Chácaras.

Outras regiões
Os trabalhadores da Metinjo pararam a produção por quatro horas, nesta segunda-feira, dia 18. A empresa propôs R$ 600; os companheiros reivindicam R$ 2 mil.

Na Prolind, os trabalhadores rejeitaram a proposta de R$ 2.700 e se preparam para a mobilização.

Na Panasonic, a proposta patronal é de R$ 2.500; os trabalhadores reivindicam R$ 3.500.

Os companheiros da Famecânica também rejeitaram a proposta patronal de R$ 600. A luta na fábrica é por R$ 2 mil na primeira parcela.

Na C&D, os trabalhadores elegeram a Comissão de PLR, mas a empresa não abriu negociação. Se continuar assim, terá greve!


Acordos continuam a ser fechados

Em Caçapava, duas fábricas fecharam acordo. Na Hubner, os trabalhadores conquistaram uma das maiores PLRs da categoria. A primeira parcela ficará entre R$ 3.500 e R$ 3.700, de acordo com o volume de produção. A segunda parcela pode chegar ao mesmo valor, superando um total de R$ 7 mil.

Na MWL, a PLR será equivalente a 10% dos lucros da empresa, com antecipação de R$ 1.200. O restante será discutido em fevereiro.

Na Schrader, em Jacareí, a PLR ficou em R$ 2.500 mais a antecipação do 13º para agosto. O valor da PLR ficou 25% maior do que o negociado no ano passado.

 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®