Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 988 | De 24 a 30 de Abril de 2012

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Edição: Ana Cristina Silva - Redação: Douglas Dias, Eliane Mendonça e Shirley Rodrigues. Editoração Eletrônica: Bruno César Galvão Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Tirem a mão do nosso bolso!

Imposto Sindical arranca R$ 1,4 bilhão do trabalhador em apenas um ano

O Imposto Sindical arrancou do bolso dos trabalhadores nada menos do que R$ 1,4 bilhão, somente no ano passado. Este bolo foi divido entre sindicatos, centrais sindicais, federações, confederações e governo (veja quadro abaixo).

Ou seja, todo mundo pegou uma fatia do dinheiro que deveria ser exclusivamente do trabalhador.

O Imposto Sindical, equivalente a um dia de trabalho, é combatido duramente por nosso Sindicato e pela CSP-Conlutas. Desde 1999, não cobramos o imposto em nossa base.

Inconstitucional
Hoje, existe uma Ação Direta de Inconstitucionalidade que pede o fim do imposto, no Supremo Tribunal Federal (STF). A discussão está acalorada entre as centrais e sindicatos.

A CTB é uma das maiores defensoras da manutenção desse famigerado desconto. Já a CUT, afirma ser contrária, mas propõe que em troca seja criada outra taxa obrigatória. Nas palavras do próprio presidente da CUT, Arthur Henrique, a nova taxa “renderia até mais aos sindicatos”.

Balcão de negócios
Apesar do alto volume de verba envolvida, as centrais sindicais não têm nem mesmo de explicar o que fazem com o dinheiro.

O fato é que esse imposto, criado pelo governo Getúlio Vargas, visa “amansar” os sindicatos e deixá-los dependentes do governo.

Com os caixas cheios, os sindicatos se acomodam e se afastam dos trabalhadores. Em muitos casos, o sindicato se transforma em um balcão de negócios e coloca em jogo os direitos da classe trabalhadora.


Onde está seu dinheiro

Sempre que chega o mês de abril, os trabalhadores são surpreendidos no holerite com um desconto equivalente a um dia do tão suado salário.

É o famigerado Imposto Sindical.

Veja aqui para onde vai seu dinheiro:
Sindicato - 60% , Federação - 15%, Confederação - 5%, Central Sindical - 10%, Governo - 10%

Do R$ 1,4 bilhão do ano passado, as centrais repartiram entre si cerca de R$ 135 milhões. Assim, entre 2008 e 2011, as seis centrais receberam do governo federal pouco mais de R$ 355 milhões.
Isso acaba totalmente com a independência dos sindicatos, que passam a atuar como correias de transmissão a serviço dos interesses dos patrões, governo e do próprio Estado capitalista.


Em nosso Sindicato, quem manda é o trabalhador


Ao contrário do que acontece com a maioria dos sindicatos, em nossa base são os metalúrgicos sindicalizados que mantêm a entidade. Isso nos mantém independentes para defender unicamente os trabalhadores.

Por isso, aqui realizamos uma permanente Campanha de Sindicalização. Além de tornar nosso Sindicato ainda mais forte, os sócios têm direito a uma série de benefícios, como Colônia de Férias em Caraguatatuba, Departamento Jurídico, convênios com escolas, farmácias, academias, auto-escola etc.

Se você ainda não é sócio, está na hora de se sindicalizar e ajudar a fortalecer nossa categoria. Afinal, quanto maior o número de sócios, mais força e independência teremos para lutar por direitos e melhores salários e condições de trabalho.

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®