Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 967 | De 25 a 31 de Outubro de 2011

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Edição: Ana Cristina Silva - Redação: Douglas Dias, Eliane Mendonça e Shirley Rodrigues. Editoração Eletrônica: Bruno César Galvão Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Defesa do emprego

PDV da GM será tema de reunião entre governo e Sindicato, dia 27

Em resposta a uma solicitação do Sindicato, o Ministério do Trabalho agendou uma reunião para a quinta-feira, dia 27, às 17h, em Brasília. Em pauta, o recente PDV (Plano de Demissão Voluntária) da GM e reivindicações dos trabalhadores.

Vamos cobrar do governo a garantia de estabilidade para todos os metalúrgicos da GM e que não haja diminuição dos postos de trabalho.

Afinal, o anúncio das demissões na montadora ocorre em meio à política do governo Dilma de generosos incentivos à indústria automobilística.

O Sindicato aguarda resposta sobre outro pedido de reunião com a Secretaria Geral da Presidência.

A montadora tem de garantir a reposição de todos os postos atingidos pelo PDV, com o mesmo nível salarial dos funcionários que aderirem ao programa.

Reestruturação
Com o PDV, que atinge mensalistas em todo o país e horistas em São José, a GM pretende reduzir de forma permanente o número de funcionários no Brasil, como admitiu o próprio presidente da GM na América do Sul, Jaime Ardilla, em entrevistas à imprensa. Ou seja, são demissões para garantir ainda mais lucros.

“As medidas tomadas pela GM são inaceitáveis, já que a empresa tem se beneficiado de uma generosa política de incentivos fiscais do governo. A GM não tem nenhum motivo para demitir. Pelo contrário. Tem a obrigação de manter os empregos e eliminar toda e qualquer pressão e assédio moral sobre os trabalhadores”, disse o presidente do Sindicato, Vivaldo Moreira Araújo.


Montadora recebeu incentivos e não tem motivos pra demitir

O PDV da GM acontece pouco mais de um mês depois da presidente Dilma anunciar o aumento de IPI para os veículos importados, como forma de incrementar as vendas dos carros produzidos no Brasil. Outras montadoras também já ameaçam cortes. O fato é que o Plano Brasil Maior, elaborado pelo governo, nada mais é do que uma garantia de lucros para as indústrias. Os trabalhadores, mais uma vez, ficaram de fora.

O pior é que as montadoras, como GM, Volks e Ford, de “nacionais” não têm nada. São multinacionais que remetem bilhões de dólares para o exterior. Tudo com dinheiro público, que deixa de ir pra saúde, educação e moradia, pra encher os bolsos dos empresários, que sequer empregos querem garantir.

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®