Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 965 | De 04 a 10 de Outubro de 2011

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Edição: Ana Cristina Silva - Redação: Douglas Dias, Eliane Mendonça e Shirley Rodrigues. Editoração Eletrônica: Bruno César Galvão Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Aumento dos vereadores

PSTU apresenta projeto de lei para revogar aumento

Se os vereadores de São José achavam que “a poeira iria baixar”, logo após o vergonhoso aumento de 55,13% que deram aos próprios salários, se enganaram. A pressão popular continua. Na semana passada, o PSTU, junto com sindicatos e estudantes, apresentou um projeto de lei para revogar o reajuste.

Os ativistas conseguiram coletar assinaturas de quatro vereadores e voltarão à Câmara esta semana para coletar mais assinaturas e protocolar o projeto de revogação.

Recuo
Com a pressão que a população e os manifestantes vêm realizando há cerca de um mês, os vereadores já sinalizam que podem recuar e revogar o aumento dos próprios salários.

Foram realizados atos e manifestações na Câmara em todas as sessões e os vereadores sentiram o desgaste que a medida causou em suas bases eleitorais.

Na última semana, o Ministério Público deu parecer favorável à ação popular ajuizada pelo PSTU e recomendou à Justiça a anulação da votação. A Justiça negou a liminar, mas a ação aguarda julgamento.

Confira abaixo a entrevista que o Jornal do Metalúrgico fez com Antonio Donizete Ferreira, o Toninho, presidente municipal do PSTU.

"A juventude é exemplo de luta"

Jornal do Metalúrgico - Por que o PSTU é contra esse aumento?
Toninho -
Somos contra essa medida porque, num país onde o salário minimo é de R$ 545 e numa cidade onde o salário médio dos trabalhadores é de R$ 1,2 mil, é um absurdo um vereador ganhar quase R$ 13 mil por mês. Além disso, a Câmara não faz nada. A única coisa que os vereadores fazem é conceder títulos de cidadão joseense, dar nome às ruas e dizer amém para tudo o que o prefeito pede, ao invés de fiscalizá-lo.

JM - Como você avalia a mobilização até agora?
Toninho -
Foram realizadas várias manifestações. Toda quinta, os jovens, ativistas dos movimentos sindical e popular, e nós do PSTU estivemos na Câmara. Em algumas manifestações houve até enfrentamento com a Guarda Civil, que reprimiu os manifestantes com cassetetes e gás pimenta. Os estudantes têm sido exemplo de luta. Estamos muito contentes em presenciar o retorno da juventude, que volta a tomar as ruas, cumprindo seu papel de mudar a sociedade.

JM - Estão previstas mais lutas?
Toninho -
Continuaremos em luta na Câmara todas as quintas-feiras, às 17h, até que essa medida seja revogada. No dia 15, haverá ainda um grande ato, na Praça Afonso Pena. Será um ato contra o aumento dos vereadores, contra a corrupção e em defesa de 10% do PIB para a educação. Se até lá o aumento já tiver sido revogado, vamos fazer um carnaval fora de época para comemorar essa vitória!


 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®