Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 962 | De 13 a 19 de Setembro de 2011

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Edição: Ana Cristina Silva - Redação: Douglas Dias, Eliane Mendonça e Shirley Rodrigues. Editoração Eletrônica: Bruno César Galvão Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Campanha Salarial

Metalúrgicos da GM arrancam reajuste de 10,8% e abono

Os trabalhadores da GM foram, mais uma vez, à luta e conseguiram arrancar 10,8% de reajuste salarial (sendo 3,2% de aumento real mais inflação), abono de R$ 3 mil e ampliação das cláusulas sociais.

O índice será aplicado aos salários de até R$ 7.700. Acima desse valor haverá um fixo de R$ 816,74. O piso salarial passa de R$ 1.423 para R$ 1.574,12. Houve ampliação de cláusulas sociais e até novembro serão discutidos Delegados Sindicais.

Até agora é um dos maiores acordos do país. Mas a conquista não veio por acaso. Foi fruto da forte mobilização dos trabalhadores, que começaram com a Jornada de Lutas no dia 19, realizaram assembleias e greve de 24h.

Depois das grandes lutas do 1º semestre, a CUT e a Força tentaram criar uma barreira para as lutas, aprovando acordos precipitados com um índice rebaixado. Como sempre, foram obedientes à política econômica do governo e dos patrões, que queriam que os trabalhadores pagassem pela inflação e a crise mundial.

Para o Sindicato e a CSP-Conlutas é o contrário. O país está crescendo e temos de buscar a nossa parte. E se a crise vier, não vamos pagar por ela. Por isso, conseguimos superar a CUT.

Enquanto conquistamos 3,2% de aumento real e R$ 3 mil de abono, em Taubaté e ABC saiu apenas 2,4% de aumento real e abono de R$ 2.500. Este foi o resultado do pacto social feito entre CUT, Fiesp e governo.

“Aqui não fizemos parceria com a GM. Ao contrário, com independência do governo e dos patrões, mostramos que só com luta é possível conquistar”, afirma o presidente do Sindicato, Vivaldo Moreira Araújo.

Confira o acordo completo, vídeo e notícias da Campanha aqui.

 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®