Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1246 | De 02 a 08 de Outubro de 2018

Expediente

Expediente: Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Shirley Rodrigues. Redação: Lucas Martins, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvão. Fotolito e Impressão: Unisind.

Eleições 2018

Mulheres saem às ruas contra machismo, racismo e homofobia

Num dia histórico, mulheres de diversos pontos do Brasil e do mundo saíram às ruas, no sábado (29), em grandes manifestações contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL).

Foram milhares de manifestantes unidos contra o machismo, racismo e homofobia - marcas de Bolsonaro.

Houve manifestações em 114 cidades, em todos os estados brasileiros, além de protestos em Nova York e Washington (Estados Unidos), Lisboa (Portugal), Paris (França), Berlim (Alemanha), Barcelona (Espanha)e Londres (Inglaterra).

Em São José dos Campos, 2 mil pessoas saíram em passeata entre a Praça Afonso Pena e Av. Adhemar de Barros. O Sindicato estava lá.

“Mostramos que nós, mulheres, somos fortes e temos opinião muito bem formada contra a intolerância. Entre as trabalhadoras, ele não tem vez”, afirma a diretora do Sindicato Aline Bernardo dos Santos.

Filho de machista...
As agressões contra as mulheres não têm limites na família Bolsonaro. O deputado Eduardo Bolsonaro (filho de Jair) disse, em cima de um trio elétrico, que mulheres de direita são “mais bonitas e higiênicas.” A ele, todo nosso repúdio!

Bolsonaro e Mourão representam riscos para nossos direitos

O candidato Jair Bolsonaro já deu diversas provas de que não está ao lado dos trabalhadores. Semana passada, uma declaração do general Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice na chapa, caiu como uma bomba.

Em uma palestra para empresários, Mourão criticou o 13º salário e o adicional de férias. Ele comparou os benefícios a uma jaboticaba (que só existe no Brasil) e a uma “mochila” nas costas dos empresários.

A repercussão foi tão negativa que Bolsonaro teve que proibir o general de falar em público. Afinal de contas, esse é o tipo de informação que fica guardada a sete chaves e só pode ser divulgada depois da vitória nas urnas.

O próprio Bolsonaro já defendeu publicamente a redução de direitos, com mudanças (pra pior) na reforma trabalhista. Ele defende o discurso do empresariado, em que os trabalhadores terão de escolher entre ter direitos ou ter empregos.

“Está mais do que claro que Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão representam uma grande ameaça a todas as conquistas dos trabalhadores. Eles estão de mãos dadas com os empresários e farão de tudo para beneficiar os patrões. Portanto, no dia 7, temos de dizer não a esses dois puxa-sacos de patrão”, afirma o diretor do Sindicato José Dantas Sobrinho.


 

 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2018 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®