Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1214 | De 21 a 27 de Novembro de 2017

Expediente

Expediente: Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Rodrigo Correia. Redação: Lucas Martins, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Unisind. Tel.: (11) 99907-9771

Dia Nacional de Luta

Trabalhadores lutam por direitos

O 10 de novembro, Dia Nacional de Lutas, foi marcado por protestos em todo país, contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Em nossa região, os metalúrgicos protestaram com assembleias na Panasonic, JC Hitachi, Sun Tech, Retin, Eaton, Embraer e Prolind, em São José, e Ardagh, em Jacareí.

Uma caravana dos trabalhadores da região também foi a São Paulo, onde se uniu a outras categorias.

Na Praça da Sé, um ato reuniu 10 mil participantes de diversas centrais sindicais. Em votação, eles decidiram que, se o governo Temer enviar o projeto da reforma da Previdência para o Congresso Nacional, será convocada uma paralisação.

Reforma trabalhista
No dia 11, quando entrou em vigor a reforma trabalhista, o Fórum de Lutas realizou um protesto no centro de São José dos Campos para denunciar a retirada de direitos, que já é sentida pelos trabalhadores.

No comércio, empresas oferecem vagas para trabalho intermitente com salário de R$ 4,45 a hora, com jornada de cinco horas aos sábados e domingos. Por mês, o trabalhador receberá R$ 178 (19% do salário mínimo).

A LG, em Taubaté, quer mudar os contratos de trabalho para aplicar a reforma na íntegra. É um verdadeiro escândalo!

Em outro caso, hospitais cancelaram o direito a folgas e os 100% de hora extra para quem trabalha nos feriados em jornada de 12 por 36 horas.

“Estes são apenas alguns exemplos do que está por vir. Precisamos fortalecer a luta em defesa dos direitos e exigir a revogação dessa reforma perversa”, afirma o diretor do Sindicato Nilson Ferreira Leite.

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®