Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1193 | De 05 a 11 de Abril de 2017

Expediente

Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Rodrigo Correia. Redação: Lucas Martins, Manuela Moraes e Rodrigo Correia. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Unisind. Tel.: (11) 99907-9771

Participação nos Lucros e Resultados

Com regra proposta pelo Sindicato, PLR da Embraer chegaria a R$ 9.700

Após pressão realizada pelo Sindicato, a Embraer anunciou que não irá descontar o valor da multa por corrupção no cálculo da segunda parcela da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) 2016.

Apesar da medida, que vai aumentar o valor do benefício, é necessário exigir que a empresa também desconsidere os gastos com o PDV (Plano de Demissão Voluntária), estimados em R$ 380 milhões.

Neste cenário, a segunda parcela da PLR poderá chegar a R$ 4.700 de valor fixo, mais 57% sobre o salário, segundo estimativa realizada pelo Dieese, a pedido do Sindicato.

Faturamento recorde
Mesmo com faturamento recorde, a Embraer mentiu ao afirmar que a fábrica estava em crise.

Com isso, ela queria empurrar para os trabalhadores o prejuízo do escândalo de corrupção protagonizado pela companhia.

“Não vamos pagar pela corrupção e pelo PDV. Os trabalhadores não aceitam pagar mais pelos erros da empresa”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Herbert Claros da Silva.
PLR igual para todos

O Sindicato defende que a PLR da Embraer seja calculada a partir do lucro operacional e dividida em partes iguais para todos os funcionários. Se fosse calculada dessa forma, a PLR de 2016 renderia R$ 9.700 a cada funcionário.

“Como conselheiro levei esse tema à discussão e exigi mudanças imediatas no acordo da PLR. O envolvimento dos trabalhadores na luta será fundamental para garantirmos uma PLR maior”, acrescenta Herbert.


PLR 2016
R$ 585 milhões (lucro líquido) + R$ 778 milhões (multa) + R$ 379 milhões (PDV) = R$ 4.700 fixo da segunda parcela
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®