Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1192 | De 29 de Março a 04 de Abril de 2017

Expediente

Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Shirley Rodrigues. Redação: Douglas Dias, Lucas Martins e Manuela Moraes. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Unisind. Tel.: (11) 99907-9771

Em defesa dos direitos

No dia 28 de abril, Greve Geral vai parar o País contra as reformas de Temer

As centrais sindicais decidiram e já deram o recado: dia 28 de abril, vamos parar o Brasil contra a liberação da terceirização e as reformas da Previdência e trabalhista.

A decisão foi tomada em reunião, nesta segunda-feira (27), entre a CSP-Conlutas, CTB, CUT, UGT, Força, Intersindical, CSB, CGTB e Nova Central.

As entidades deixaram claro que a sociedade e a classe trabalhadora não aceitarão as propostas que Temer quer impor.

“Nosso Sindicato e a CSP-Conlutas já vinham insistindo neste chamado às centrais. Agora é organizar a greve”, afirma o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

Preparação nas bases
A principal tarefa neste momento é preparar as mobilizações que ocorrerão durante o mês de abril, culminando com o dia 28. Em cada local de trabalho, escola, universidade e bairro, comitês devem ser criados para organizar os protestos.

“A CSP-Conlutas vai lutar para fazer uma verdadeira Greve Geral contra as reformas de Temer e desse Congresso corrupto”, afirma o dirigente da CSP-Conlutas Luiz Carlos Prates, o Mancha.


Metalúrgicos do interior repudiam ataque

Em uma carta conjunta, os sindicatos dos metalúrgicos de São José dos Campos, Campinas, Limeira e Santos, que formam o bloco do interior paulista, repudiaram as reformas de Temer e defenderam a necessidade de uma Greve Geral.

O documento afirma que as medidas soam como uma provocação à classe trabalhadora e que há décadas o País não assistia a ataques tão graves.

“Também não aceitamos que se coloque qualquer perspectiva eleitoral 2018 acima da necessária unidade de ação para derrotar as reformas. Unidos, os metalúrgicos lutarão contra a terceirização e as reformas trabalhista e da Previdência. Greve Geral, já!”, diz um trecho da carta.
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®