Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1188 | De 22 a 28 de Fevereiro de 2017

Expediente

Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Shirley Rodrigues. Redação: Lucas Martins, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Unisind. Tel.: (11) 99907-9771

Luta por direitos

Sindicato pressiona deputados por voto contra reforma da Previdência

Dirigentes de sindicatos e centrais sindicais estiveram em Brasília, nesta terça-feira (21), para pressionar deputados a votarem contra a reforma da Previdência.

O dirigente da CSP-Conlutas, Luiz Carlos Prates, o Mancha, defendeu a rejeição total à reforma, em reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e outras centrais.

“Isto não é reforma, é o desmonte da Previdência. As outras reformas realizadas nos governos anteriores já colocaram o trabalhador numa situação limite. Por isso, somos contra essa proposta”, concluiu.

Mancha também defendeu a realização de audiências públicas e um plebiscito para que a população participe do debate sobre o tema.

Região mobilizada
Cerca de 40 metalúrgicos da região foram em caravana para Brasília. O Sindicato está em plena campanha para buscar votos contra a reforma.

O presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá, já está se reunindo com deputados da região.

Ele se reuniu nesta sexta-feira (17) com os parlamentares Flavinho (PSB) e Pollyana Gama (PPS).

Flavinho afirmou que vai rejeitar a reforma em sua íntegra. Já Pollyana defende apenas alguns ajustes, o que é considerado insuficiente pelo Sindicato. O deputado Eduardo Cury (PSDB) também será cobrado.

“Estamos buscando ampliar o diálogo com diferentes segmentos da sociedade civil a fim de fortalecer nossa batalha contra a reforma da Previdência, proposta que ameaça direitos sagrados dos trabalhadores brasileiros”, afirmou Macapá.
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®