Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1176 | De 26 de Outubro a 01 de Novembro de 2016

Expediente

Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Rodrigo Correia. Redação: Lucas Martins, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Unisind. Tel.: (11) 99907-9771

Mulher Metalúrgica


Polícia machista

Em todo país, mais de mil escolas já foram ocupadas por estudantes em protesto contra a PEC 241, proposta pelo governo Michel Temer (PMDB). Nesta luta, as estudantes são linha de frente e assumem papel de destaque na organização.

Como sempre faz, a Polícia Militar está se aproveitando desse protagonismo feminino para usar da pior forma de repressão contra a mulher: a violência do machismo. Na tentativa de amedrontar as estudantes, xingam de “vagabunda”, ameaçam agredir e chegam até a “passar a mão”. Que covardia! Tá aí mais uma prova de como essa polícia é machista e não serve para nos proteger.


Feminicídio
Esta semana, o machismo fez mais uma vítima em nossa região. A universitária Mariana Angélica foi assassinada a tiros por seu namorado, o policial militar Welington Landin, durante uma festa.

O motivo do crime foi o ciúme possessivo do rapaz, que tinha obsessão pela jovem. Este é mais um caso de feminicídio: violência contínua contra a mulher que acaba em morte.

Um ato em memória da vítima e contra o machismo está sendo convocado para este sábado (29), às 13h, na Praça Afonso Pena.


Exemplo argentino
As argentinas estão dando exemplo de luta contra o machismo. Na última semana, milhares de mulheres vestiram preto, pararam suas atividades em uma greve simbólica e foram às ruas protestar contra a violência de gênero e a discriminação contra a mulher no trabalho.

O estopim do protesto foi o assassinato de Lucia Perez, de 16 anos, após ter sido estuprada e empalada. O caso chocante motivou as mulheres a denunciarem a violência. Precisamos seguir este exemplo e ir à luta contra o machismo!
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®