Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1174 | De 05 a 11 de Outubro de 2016

Expediente

Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Rodrigo Correia. Redação: Lucas Martins, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Unisind. Tel.: (11) 99907-9771

Mulher Metalúrgica


Negras são lindas
O Miss Brasil 2016 elegeu uma negra como a mulher mais bonita do país. Em 62 anos, esta é apenas a segunda vez que isto acontece.

Num país em que 54% da população se autodeclara negra, não há dúvidas de que o racismo domina esse tipo de concurso.

A eleita foi a filha de empregada doméstica Raissa Santana. Este ano o concurso também bateu recorde como a edição com maior número de concorrentes negras.

Não defendemos o concurso, que impõe padrões de beleza. Mesmo assim, a vitória foi importante para incentivar outras negras a aceitarem sua cor e beleza, como disse a própria Raissa. É isso aí, garota!


Ato de coragem
É sempre positivo quando mulheres têm a coragem de assumir publicamente sua homossexualidade.

No último mês, a jornalista da TV Globo Fernanda Gentil tornou público seu namoro com a também jornalista Priscila Montandon.

Pelas redes sociais ela disse que recebeu mensagens homofóbicas, mas que também recebeu muitas de respeito e incentivo, como a de seu ex-marido e pai de seu filho.

Que o caso sirva de exemplo. Basta de homofobia!


Direito ao aborto
Milhares de mulheres tomaram as ruas da Polônia, nesta segunda-feira (3), para protestar contra a proposta do governo de acabar com o direito a qualquer tipo de aborto voluntário.

Assim como no Brasil, na Polônia o aborto é permitido em casos de estupro, quando há risco de morte da mãe ou má-formação fetal.

Pela nova proposta, mesmo nesses casos as mulheres podem ser penalizadas com cinco anos de prisão. No Brasil, o governo quer fazer o mesmo. Precisamos seguir o exemplo das polonesas e sair às ruas para protestar.
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®