Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1174 | De 05 a 11 de Outubro de 2016

Expediente

Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Rodrigo Correia. Redação: Lucas Martins, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Unisind. Tel.: (11) 99907-9771

Dia Nacional de Paralisação

Metalúrgicos param em todo o país contra as reformas do governo Temer

Mais de 2 milhões de trabalhadores de todo o país se mobilizaram no Dia Nacional de Paralisação (29/9). Deste total, 600 mil cruzaram os braços.

Foi um dia de luta contra as reformas desastrosas planejadas pelo governo de Michel Temer (PMDB) e que colocam em risco direitos trabalhistas e previdenciários.

Em nossa região, 17 mil metalúrgicos, químicos, servidores, construção civil e petroleiros se mobilizaram.

Os companheiros da GM pararam por 24h. Na Embraer (Faria Lima e Eugênio de Melo) e Parker Hannifin houve paralisação de 2h.

Na Praça Afonso Pena, metalúrgicos, petroleiros, professores, químicos e trabalhadores dos Correios fizeram um ato unificado.

Pelo país afora as paralisações sacudiram os trabalhadores em diferentes capitais e cidades do interior.

“Foi um dia para dizer que os trabalhadores não aceitam ataques a seus direitos. Os metalúrgicos são o setor mais importante da economia e já fazia muito tempo que não ocorria algo dessa magnitude. Este tipo de paralisação nossa geração ainda não viveu. Estamos mostrando para o governo Temer que não será fácil impor suas reformas”, ressaltou o secretário-geral do Sindicato, Renato Almeida.


Preparar a Greve Geral


Para derrotar as reformas trabalhista e da Previdência, os trabalhadores ainda têm um longo caminho de lutas.

O governo Temer tem a seu lado o Congresso Nacional, formado por partidos que não querem nem saber de defender os direitos dos trabalhadores.

A reforma da Previdência já está quase pronta. Um dos absurdos previstos é a adoção de 50 anos de contribuição para que o trabalhador tenha direito ao benefício integral. É mole?

É preciso que a classe trabalhadora se mantenha mobilizada e construa uma Greve Geral.


Pelo que lutamos
- Em defesa da aposentadoria, contra a reforma da Previdência;
- Em defesa dos direitos trabalhistas;
- Contra o desemprego e a terceirização;
- Por saúde, educação, moradia e transporte dignos para todos;
- Contra o desmonte da Justiça do Trabalho;
- Pela redução da taxa de juros.
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®