Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1133 | De 23 a 28 de Setembro de 2015

Expediente

Órgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá - Rua Maurício Diamante, 65, São José dos Campos - CEP 12.209-570. Telefone (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br. Responsabilidade: Diretoria do Sindicato. Edição: Rodrigo Correia. Redação: Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração eletrônica: Bruno César Galvão. Ilustração: Bruno César Galvao. Fotolito e Impressão: Jornal Diário da Região Ltda. CNPJ: 07.351.093/0001-48 - Fone: (12) 3966-1212.

Contra o governo Dilma, PSDB e PMDB

Marcha dos Trabalhadores leva 15 mil às ruas

Mais de 15 mil manifestantes ocuparam o coração financeiro do país, a Avenida Paulista, em São Paulo, para realizar um grande protesto contra o governo Dilma (PT), o PMDB do vice Michel Temer e a oposição de direita, liderada pelo PSDB.

A Marcha Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras, ocorrida na sexta-feira (18), reuniu diversas categorias, como metalúrgicos, servidores, trabalhadores dos Correios, da construção civil, condutores, além de estudantes, aposentados, movimentos sociais e partidos, como o PSTU, PCB e setores do PSOL.

Com faixas, cartazes, balões e bonecos satirizando Dilma e o tucano Aécio Neves, os manifestantes deram o recado ao governo e patrões: “Chega de Dilma, Aécio, Temer, Cunha e Renan. Não aceitamos pagar pela crise!”.

Construir a greve geral
No carro de som, discursos se revezavam para defender a construção de uma greve geral contra o ajuste fiscal e todos os ataques do governo e do Congresso aos trabalhadores.

“Esta Marcha já é uma grande vitória, mas é só o início. Com greves pipocando pelo país, começamos a construir uma alternativa ao governo e à oposição de direita. Não acreditamos no PT, nem no PMDB ou PSDB. Nas ruas, vamos derrubar o governo e construir nossa alternativa”, afirmou Luiz Carlos Prates, o Mancha, da CSP-Conlutas, uma das organizadoras da manifestação.}


Reivindicações
Chega de Dilma, Aécio, Temer, Renan e Cunha
Fim do ajuste fiscal e dos ataques aos direitos
Que os ricos paguem pela crise
Estabilidade no emprego sem redução de direitos
Cadeia para corruptos e corruptores
Fim das privatizações
Por uma alternativa classista dos trabalhadores, da juventude e do povo pobre.


Os números

15 mil manifestantes
40 entidades organizadoras
4 km de trajeto
12 ônibus da caravana do Vale do Paraíba


Rejeição geral
Pesquisa divulgada pelo Ibope esta semana revela que os brasileiros desaprovam aqueles que seriam substitutos de Dilma num processo de impeachment. Segundo o levantamento, a aprovação de Temer (vice), Eduardo Cunha (presidente da Câmara) e Renan Calheiros (presidente do Senado) não passa de 11%.




 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®