Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1106 | De 04 a 09 de Fevereiro de 2015

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Edição: Rodrigo Correia - Redação: Douglas Dias, Shirley Rodrigues e Shuellen Peixoto. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: Jornal Diário da Região Ltda - CNPJ 07.351.093/0001-48 - Fone (12) 3966-1212

Dia Nacional de Lutas

Em ato, trabalhadores repudiam ataque aos direitos de Dilma

Manifestantes de diversos estados foram às ruas, no último dia 28, para protestar contra as medidas provisórias 664 e 665, que reduzem direitos trabalhistas e previdenciários.

Foi o Dia Nacional de Lutas por Emprego e Direitos, convocado por diversas centrais sindicais, inclusive a CSP-Conlutas, que defende a revogação imediata e integral das medidas impostas pela presidente Dilma (PT).

Também houve assembleias em fábricas da nossa região, como na GM, Schrader, Wirex Cable, Latecoere, Rexam e Alestis.

Ato na Avenida Paulista
Em São Paulo, cerca de 5 mil trabalhadores tomaram a Avenida Paulista para dizer: “Dilma, tire as mãos de nossos direitos!”.

Uma caravana do nosso Sindicato participou do protesto.

Outra iniciativa contra os ataques de Dilma veio do Espaço de Unidade de Ação, que se reuniu no dia 30, em Brasília. A luta em defesa do emprego e contra as MPs 664 e 665 será tema de campanha em várias partes do país.

“É preciso força total contra os ataques do governo Dilma. Vamos tomar a rua e exigir a revogação das medidas provisórias que retiram direitos”, afirmou o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.


Sem essa de negociação! Revogação das MPs, já!


Centrais sindicais, como CUT, Força Sindical e CTB, estão negociando com o governo Dilma um “abrandamento” dos ataques representados pelas MPs 664 e 665.

Ora, a gravidade dessas medidas não se resolve com remendos. A única saída é a revogação total de cada ataque aos direitos trabalhistas e previdenciários. Essa é a posição da CSP-Conlutas.

“Não adianta mudar um ponto aqui, outro ali. As medidas são ruins em todos os aspectos”, declara o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

“CUT, CTB, Força Sindical e outras centrais estão traindo os trabalhadores. Não adianta negociar o menos pior. Queremos a revogação das medidas provisórias, já!”, acrescentou.


Confira vídeo explicativo sobre os ataques do governo aos direitos


 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®