Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1105 | De 20 a 28 de Janeiro de 2015

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Edição: Rodrigo Correia - Redação: Douglas Dias, Manuela Moraes e Shuellen Peixoto. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: Jornal Diário da Região Ltda - CNPJ 07.351.093/0001-48 - Fone (12) 3966-1212

Protesto contra o governo

Dia 28, vamos mostrar que não aceitamos retirada de direitos

28 de janeiro é dia de protesto. Nesta data, trabalhadores de todo o país vão se mobilizar contra os ataques ao seguro-desemprego e aos beneficiários da Previdência.

As iniciativas foram impostas pelo governo Dilma Rousseff (PT) por meio das medidas provisórias 664 e 665.

O dia de protesto está sendo convocado por diversas centrais sindicais, dentre elas a CSP-Conlutas.

Em nossa categoria, o Sindicato fará assembleias e protestos nas portas das fábricas. Todos os metalúrgicos devem participar e mostrar sua indignação frente à série de medidas que reduzem direitos (leia mais no quadro abaixo).

Os trabalhadores vão protestar também contra as milhares de demissões que ocorrem nas montadoras e em outros setores, e exigir a aprovação de uma lei que garanta a estabilidade no emprego.

Novas regras
As novas regras que dificultam o acesso ao seguro-desemprego, PIS, auxílio-doença e pensão por morte começam a valer a partir de março.

“Agora, a ordem é fazer pressão total sobre o governo e os parlamentares, exigindo que as novas regras sejam revogadas. Por isso, no dia 28, vamos às ruas dizer não à retirada de direitos”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Herbert Claros.

Seminário vai debater ataques
Nesta quarta-feira, dia 21, às 8h, um seminário na Câmara Municipal de São José dos Campos vai debater os ataques promovidos pelo governo. O evento será aberto à participação dos trabalhadores e da população em geral.


O que muda com os ataques do governo Dilma

Seguro-desemprego
Antes: seis meses trabalhados
Agora: 18 meses trabalhados para a primeira solicitação;
12 meses para a segunda solicitação.

Auxílio-doença
Antes: a partir de 15 dias, com perícia realizada exclusivamente pelo INSS.
Agora: A partir de 30 dias, com perícias realizadas pelo médico da empresa.

Abono salarial (PIS)
Antes: um mês de trabalho
Agora: seis meses de trabalho

Pensão por morte
Antes: sem carência. Pagamento do salário integral de forma vitalícia.
Agora: Carência de dois anos de contribuição previdenciária, com igual tempo de união estável. O valor será de 50% da aposentadoria, mais 10% por dependente. A pensão deixa de ser vitalícia para viúvas(os) com menos de 44 anos.
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®