Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1104 | De 13 a 19 de Janeiro de 2015

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Edição: Shirley Rodrigues - Redação: Douglas Dias, Manuela Moraes, Shirley Rodrigues e Shuellen Peixoto. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: Jornal Diário da Região Ltda - CNPJ 07.351.093/0001-48 - Fone (12) 3966-1212

Todo apoio à luta!

Ato em defesa do emprego reúne 20 mil metalúrgicos no ABC

Metalúrgicos de diversas montadoras uniram-se na luta contra as 800 demissões na Volkswagen e 244 na Mercedes-Benz, realizadas na última semana, na região do ABC paulista.

Nesta segunda-feira, dia 12, um ato em defesa do emprego reuniu cerca de 20 mil trabalhadores da Volks, Mercedes-Benz, Ford, Scania e Karmann Ghia, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Nosso Sindicato e a CSP-Conlutas também estiveram lá para levar todo apoio aos companheiros.

O protesto começou na fábrica da Volks, em São Bernardo, e seguiu em passeata pela Via Anchieta.

Unidade de luta
Os trabalhadores da Volks estão em greve contra as demissões desde o dia 5. Na Mercedes, houve uma paralisação de 24h, no dia 7.

As duas mobilizações receberam forte apoio de vários sindicatos e movimentos.

O secretário-geral do Sindicato e membro da Executiva Nacional da CSP-Conlutas, Luiz Carlos Prates, o Mancha, ressaltou a importância da unidade dos metalúrgicos nesta luta. Afinal, os ataques aos trabalhadores estão acontecendo em todos os setores.

Defesa do emprego
Mancha defende que o governo impeça novas demissões e pede a readmissão dos companheiros da Volks e Mercedes.

“Mesmo com os incentivos, as montadoras fecharam postos de trabalho. O mínimo que o governo precisa fazer é editar uma medida que garanta a estabilidade no emprego”, afirmou.


Montadoras demitiram 12,4 mil no país em 2014


Apesar da política de incentivos e desonerações do governo Dilma, as montadoras fecharam 12,4 mil postos de trabalho no País em 2014.

Os dados são da própria Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Somente entre 2012 e 2014, o governo abriu mão de R$ 12,5 bilhões em redução do IPI sobre veículos.

Já para os trabalhadores, não foi dada nenhuma garantia de emprego.

Na prática, as montadoras usam dinheiro da população para demitir e fechar postos de trabalho.

Por isso, é necessário exigir estabilidade no emprego para todos.
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®