Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1100 | De 03 a 08 de Dezembro de 2014

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Edição: Rodrigo Correia - Redação: Douglas Dias, Shirley Rodrigues e Shuellen Peixoto. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: Jornal Diário da Região Ltda - CNPJ 07.351.093/0001-48 - Fone (12) 3966-1212

Ataque aos direitos

Governo Dilma, CUT e CTB querem reduzir o seu salário!

Dilma e as centrais sindicais pelegas querem cortar o seu salário.

Pouco tempo após ser eleita para cumprir seu segundo mandato e contrariando as promessas de sua campanha, a presidente Dilma Rousseff (PT) já prepara uma surpresa amarga para os trabalhadores: a possibilidade de redução da jornada de trabalho com redução de salário, quando as empresas alegarem “crise”.

Com a desculpa de defender os empregos, o tema foi discutido na semana passada, em uma reunião entre a Secretaria de Política Econômica da Fazenda e cinco centrais sindicais: CUT, CTB, Força Sindical, UGT e NCST.

O pior de tudo é que a medida se baseia em um programa apresentado pelas próprias centrais pelegas.

A CSP-Conlutas, central à qual o nosso Sindicato é filiado, é totalmente contra a medida.

“Somos a favor da redução de jornada sem redução de salário, porque o custo dos patrões com mão de obra no Brasil já é muito baixo”, disse o diretor do Sindicato José Donizetti de Almeida.

Além de livrar os patrões de pagar parte dos salários, o governo abriria mão de vários impostos e ainda usaria dinheiro público para completar parte dos vencimentos dos trabalhadores.


Por dentro da proposta

O corte nos salários
Pela proposta, a redução nos salários aconteceria por conta da redução da jornada. A medida poderia ser realizada por até dois anos.

Quanto vai reduzir
Nos bastidores do poder, falam em uma redução na ordem de 30%. Mas o presidente do principal sindicato da CUT já mencionou, em uma entrevista na TV, o exemplo da Alemanha, onde os salários, segundo ele, são cortados pela metade.

A crise dos patrões
As centrais pelegas afirmam que a medida só poderia ser adotada em caso de “crise”, mas, na realidade, sabemos que o discurso dos patrões é que eles sempre estão na pior e, com certeza, tentarão impor a redução de salário.
 

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®