Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1096 | De 04 a 10 de Novembro de 2014

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Edição: Rodrigo Correia - Redação: Douglas Dias, Manuela Moraes, Shirley Rodrigues e Shuellen Peixoto. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Alckmin: cadê a água?

Protesto contra falta d’água reúne cerca de 500 pessoas em São Paulo

Cerca de 500 pessoas fizeram um ato em São Paulo, neste sábado, dia 1º, para protestar contra a falta de água que atinge o estado.

A manifestação contou com a participação da CSP-Conlutas e da ANEL (Assembleia Nacional dos Estudantes - Livre), além de PSTU e PSOL.

Aos gritos de “Alckmin: cadê a água?”, os participantes denunciaram a falta de investimentos na gestão de recursos hídricos dos governos do PSDB. Entre 2011 e 2013, o governo tucano reduziu, em média, 14% os investimentos na rede de abastecimento da capital e interior de São Paulo.

No mesmo período, a Sabesp teve um lucro de R$ 5,5 bilhões. Mais uma prova de que dinheiro não falta.

Essa postura da Sabesp também foi alvo das críticas feitas no ato. Em vez de se preocupar com a população, o governo e a direção da empresa garantem os lucros dos seus acionistas, que, de 2005 a 2013, abocanharam ganhos de R$ 6,8 bilhões.

Tanto descaso levou a uma situação crítica. O Sistema Cantareira, que abastece 8,8 milhões de pessoas, hoje está à beira de um colapso.

Manifestação
A passeata partiu do Largo do Batata e percorreu várias ruas até chegar à sede da Sabesp. Lá, os manifestantes despejaram uma amostra do “volume morto”, água que fica abaixo do nível de captação e que, segundo especialistas, pode causar várias doenças, como perda da visão e até câncer.

“O governo usa a falta de chuvas para justificar a crise, mas o problema é a falta de investimentos e a sede por lucros. Só a reestatização da Sabesp e seu uso para beneficiar a população podem resolver o problema”, diz o diretor do Sindicato Adilson dos Santos, o Índio.

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®