Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Voltar para Página Inicial

Jornal do Metalúrgico

  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir
  • Enviar por e-mail

Versão em PDF

Edição 1067 | De 11 a 17 de Março de 2014

Expediente

Orgão informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de S. J. Campos, Caçapava, Jacareí, Santa Branca e Igaratá • Rua Maurício Diamante, 65 - 12209-570- (12) 3946.5333 - Fax: 3922.4775 - site: www.sindmetalsjc.org.br - e-mail: comunicacao@sindmetalsjc.org.br - São José dos Campos - SP - Responsabilidade: Diretoria do Sindicato - Colaboração: Conselho Editorial - Edição: Rodrigo Correia - Redação: Ana Soares, Douglas Dias, Manuela Moraes e Shirley Rodrigues. Editoração e Ilustração: Bruno Galvão - Fotolito e Impressão: UniSind Gráfica Ltda (11) 3271-1137

Conquistaram vitória

Garis do Rio de Janeiro mostram o caminho: luta e greve!

A greve dos garis cariocas é um exemplo de que quando o trabalhador vai à luta, há conquistas.

Após oito dias de forte mobilização iniciada no Carnaval, a greve dos garis do Rio de Janeiro terminou neste sábado, dia 8, de forma vitoriosa.

Os garis conquistaram um aumento do piso salarial de 37%. Assim, o salario inicial passará de R$ 802 para R$ 1.100. O vale-refeição também foi reajustado e passará de R$ 12 para R$ 20.

Os trabalhadores conseguiram ainda a suspensão de todas as demissões por justa causa realizadas como retaliação à greve.

População apoiou
Iniciada no dia 1º de março, sábado de Carnaval, a greve contou com grande apoio e simpatia da população.

Em uma passeata realizada na sexta-feira, dia 7, os garis foram aplaudidos pela população do Rio. A categoria também recebeu a solidariedade de vários sindicatos.

O movimento se enfrentou com a direção do Sindicato dos Empregados de Empresas de Asseio e Conservação do Município do Rio. Esse sindicato pelego queria “melar” a mobilização.

Repressão e luta
Apesar do apoio da população, a Justiça, o prefeito e o governador Sérgio Cabral (PMDB) reprimiram a mobilização de todas as formas.

No dia 1º, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro concedeu uma liminar determinando o retorno ao trabalho sob pena de multa diária de R$ 25 mil.
Em seguida, a Comlurb (empresa municipal) demitiu cerca de 300 garis.

“Essa mobilização vitoriosa comprova que há espaço para lutar. A vitória dos garis cariocas é uma vitória de todos os trabalhadores”, afirmou o vice-presidente do Sindicato, Herbert Claros da Silva.

Busca por palavras

Busque o jornal por edição

Veja todas as edições



Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP | Telefone: (12) 3946.5333 | Fax: (12) 3922.4775.
© 2019 Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®