4º Congresso

Debate acalorado dentro da CUT

O 4º Congresso dos Metalúrgicos reuniu 137 delegados nos dias 3 e 4 de junho de 1995, na Colônia de Férias do Sindicato. Foi um dos congressos mais polêmicos da história da entidade, com uma forte disputa entre setores que estavam dentro da CUT: Articulação Sindical e MTS (Movimento por uma Tendência Socialista).

A discordância girava em torno dos caminhos já trilhados pela central naquela época, por apoiar medidas que flexibilizariam direitos, como as Câmaras Setoriais.

Vieram para a abertura o presidente da CUT Estadual José Lopez Feijó, o presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos/CUT, Heiguiberto Navarro (Guiba), o presidente da Federação Metalúrgica Estadual/CUT, Paulo Sérgio Ribeiro Alves, os deputados Jair Meneguelli e Arlindo Chinaglia.

Foram discutidos também o projeto do governo Fernando Henrique e a Reforma Constitucional e o governo municipal, que era comandado por Ângela Guadagnin (PT). O Congresso prestou apoio incondicional aos petroleiros que na época travaram uma luta duríssima contra o governo e a Justiça.

Outros temas debatidos foram a organização no local de trabalho, a situação e luta da mulher trabalhadora e um modelo de comunicação para o Sindicato.

Whatsapp

Digite seu número de celular e receba nossas novidades:

Desculpe, problemas ao enviar.

Obrigado pelo seu interesse.

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca e Igaratá
Sede: Rua Coronel Moraes, 143, Jardim Matarazzo, São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3946-5333